VILAMOURA E LISBOA NO TOPO DAS PREFERÊNCIAS NA COMPRA DE CASA E DE CASA PARA FÉRIAS

Voltar á listagem

A Garvetur registou mais de 1.500 visitantes no seu stand na edição de 2019 do Salão Imobiliário de Lisboa (SIL), um balanço considerado como “muito positivo” pelo administrador da empresa, que sublinhou ainda a maior presença de visitantes estrangeiros, na maior e mais importante feira imobiliária do país.


VILAMOURA E LISBOA NO TOPO DAS PREFERÊNCIAS NA COMPRA DE CASA E DE CASA PARA FÉRIAS

Do vasto portefólio de propriedades em comercialização pela Garvetur, os produtos que despertaram mais interesse localizam-se em Vilamoura e em Lisboa. “A maior procura foi direcionada para o empreendimento Dom Pedro Residences, situado na frente mar junto ao Passeio das Dunas, que liga Quarteira a Vilamoura. Já a oferta de Lisboa teve preferências em apartamentos de perfil citadino, para residência ou investimento”, sublinhou Reinaldo Teixeira.

Segundo o empresário, o SIL 2019 que decorreu de 10 a 13 de outubro, ofereceu aos participantes uma excelente oportunidade de divulgação da marca junto de investidores, proporcionando simultaneamente “ um espaço de informação e convívio entre parceiros de negócio e potenciais clientes”.


Partilhe:

Partilhe por email

Outras
NOTÍCIAS


  • GARVETUR REUNIU 3 MIL CONVIDADOS EM VILAMOURA

    GARVETUR REUNIU 3 MIL CONVIDADOS EM VILAMOURA

    A Summer Party Garvetur 2019 decorreu sob o signo da valorização e preservação do ambiente numa noite cálida, tão característica do Verão algarvio e reuniu cerca de 3 mil convidados em Vilamoura, que celebraram animadamente, aplaudindo a opção ecológica da empresa. Para Célia Teixeira, “é...

    Continuar a ler
  • A Garvetur continua a apostar no mercado britânico!

    A Garvetur continua a apostar no mercado britânico!

    A Garvetur marcou presença no World Travel Market em Londres, que realizou de 04 a 06 de Novembro. 2019 tem sido um ano marcado pela falência de companhias aéreas e do gigante da operação turística Thomas Cook. No entanto, as empresas turísticas não esperam que...

    Continuar a ler